Dakshina Tantra

Linhagem

Maharishi Kartikeya

Precursor do Dakshina Tantra, viveu até o início do século 20 na Índia. Ele teria vivido 300 anos e era considerado uma encarnação do Sr. Rama. Nasceu numa família brahmana, Utar Pradesh, e desde cedo demonstrou profundo conhecimento das escrituras sagradas. Ainda criança, colocado diante do épico Mahabharata, escrito em Sânscrito, teria lido com facilidade e fluência. Logo após sua cerimônia sacra, deixou sua casa e foi viver nos Himalaias.

Ao descer as montanhas, em peregrinação pela Índia, estabeleceu-se nas florestas de Badrinatha, de onde saiu e começou a ensinar. Grande mestre de Yoga, dedicou-se ao bem-estar da humanidade difundindo raras e valiosas técnicas comprovadamente eficazes na cura de doenças, proporcionando aos indivíduos estabilidade e pureza mental.

Dhirendra Brahmachari Swamiji

Mestre renomado e querido pelos indianos, cresceu sob a orientação de Kartikeya, a quem passou a seguir em suas andanças por toda a Índia e de quem herdou os ensinamentos do Yoga, seus tesouros mais altos e seus mistérios. Foi o guru que o iniciou na prática da Yoga Suksma Viyayama, da qual não há textos disponíveis. Viveu em peregrinação cuidando dos cinco ashrams (centros de estudos) de Yoga criados por Kartikeya. Foi o guia espiritual de Neruh, o primeiro presidente da Índia após a independência do país, assim como de toda a família Ghandi.

Swami Dattatreya Maharaj

Encarregado de cuidar do Vishwayatan Yogashram, em Nova Déli, um dos cinco centros de estudos e formação de Yoga criados por Kartikeya, renunciou a todo o tipo de bem material e foi viver nos Hiamalaias, em Badrinath, de onde saía em peregrinação para ensinar.

Paulo Murilo Rosas

Dirigente e professor do KAILASA – Centro de Yoga e Terapias, estudou com os mestres Dhirendra e Datattreya no Vishwayatan Yogashram, em Nova Déli, e trouxe os ensinamentos do Tantra para a América do Sul. Foi também aluno de Mantra Yoga do Swami Devananda Maharaj e de Hatha Yoga de B.K.S.Iyengar e outros mestres indianos. Em sua última viagem à Índia recebeu o título de Yoguiraj, professor dos professores, por ter adquirido grande experiência e conhecimento. É fundador e presidente da Associação Brasileira de Dakshina Tantra Yoga (ABDTY) e coordena cursos de capacitação em Dakshina Tantra, pesquisando e difundindo os ensinamentos recebidos. É sócio fundador do Centro de Estudos Vidya Mandir, no Rio de Janeiro e sócio benemérito da Associação Argentina de Professores de Yoga. Escreveu quatro livros e diversos trabalhos sobre Dakshina Tantra.

Métodos de Busca do Equilíbrio

Paulo Murilo Rosas
Mestre de Dakshina Tantra
Presidente da ABDTY – Associação Brasileira de Dakshina Tantra Yoga
Dirigente do Kailasa – Centro de Yoga e Terapias

A sadhana, a busca tântrica, possui três aspectos: o sujeito, o objeto e o meio. O sujeito, ou sadhaka, é o aspirante, o discípulo que emprega certos meios especiais para o logro de certos resultados definidos. O objeto é o que se busca alcançar e é chamado de sadhya, o conhecimento que desejamos adquirir. Por fim, os meios são os diversos métodos estabelecidos nos Tantra Shastras, as escrituras tântricas, que só devem ser utilizados sob a orientação de um Guru, um mestre competente.
As práticas utilizadas neste processo de busca do equilíbrio da personalidade são:

Yogasanas

Exercícios psicofísicos distribuídos em várias séries e níveis visando à energização dos Chakras para que o indivíduo possa expressar sua personalidade em sua plenitude.

Yogasana Vijnana

Praticadas normalmente depois de yogasanas, fazem parte do Caminho da Criação, Srsti Krama. Nesta prática são usamos mudras e também o canto dos Bija Mantras dos Chakras.

Yoga Kuruntha (cordas)

Kuruntha em sânscrito significa marionete. Consiste em uma série de exercícios realizados em cordas presas na parede. Propiciam bom tônus e alongamento muscular. Devem estar associados às asanas.

Surya Namaskaram

Série de posturas dinâmicas que alternam flexões para frente e para trás, provocando um profundo alongamento em todo o corpo. É uma ferramenta versátil no armamento terapêutico do Yoga. Tem vasto campo de aplicação, é fácil e agradável de ser executado.

Pavana Muktasana

Série de exercícios composta de três partes: anti-reumática, anti-gastrítica e energizante. Promove a desobstrução das articulações, o resgate e o fortalecimento da mobilidade muscular, reorganiza a função digestiva e permite um melhor fluir da energia (Prana) nos diversos segmentos do corpo. Indicado nos processos reumáticos, desequilíbrios do sistema digestivo, períodos pós-operatórios e também para idosos e gestantes.

Yoga Suksma

Yoga Suksma Vyayama é uma série de exercícios físicos e respiratórios, associados à concentração que, promovendo a desobstrução dos condutos sutis de energia, Nadis, pelos quais circula a energia, Prana, atinge corretamente os Chakras e leva o indivíduo a vivenciar o equilíbrio de sua personalidade. Indicado para processos de estresse, depressão, ansiedade, casos de intoxicação por medicamentos ou drogas, dificuldades de raciocínio e de memória, inércia e insônia.

Yoga Sthula Viyayama

São exercícios mais vigorosos do que os de Yoga Suksma requerendo maior esforço físico. São muito bons para o desenvolvimento muscular e estimulação física em geral.

Dharana Yantra e Tattva Yantra

Exercícios de concentração e visualização que utilizam as formas geométricas simbólicas ligadas aos Chakras para promover a desobstrução da passagem da energia e energizar desta maneira o Chakra correspondente à forma que é objeto da concentração.
Estes exercícios levam a um relaxamento acentuado das tensões psicossomáticas e são indicados para pessoas que apresentem dificuldades motoras e de concentração, além de serem utilizados como técnica avançada para aprofundar a energia nos Chakras.

Meditações Tântricas

Diversas são as técnicas de meditação tântrica. Elas promovem o relaxamento físico e mental, a concentração, a visualização e a capacidade reflexiva, harmonizando as ondas cerebrais e o sistema nervoso, reconectando o indivíduo a si mesmo.

Pranayama

Exercícios respiratórios realizados, de início, para o desenvolvimento e controle da capacidade respiratória e, posteriormente, executados para direcionar intencionalmente a energia sutil para os diversos Chakras.

Relaxamentos Dirigidos

Somente uma personalidade equilibrada, dotada de auto-estima e autoconfiança, poderá fazer frente às demandas e restrições impostas pelo mundo moderno com sua competitividade e individualismo crescentes, geradores de estresse.
As técnicas de relaxamento são instrumentos valiosos que permitem o alívio das tensões, o gerenciamento do estresse e contribuem para desenvolver no indivíduo a capacidade de usufruir a vida com equilíbrio e espontaneidade.
Ao final de todas as aulas são propiciados aos alunos alguns momentos de relaxamento, além de aulas de técnicas específicas, de modo a incentivar a prática correta e constante do relaxamento.
Estas técnicas de relaxamento dirigido são progressivas, ou seja, levam o indivíduo a liberar gradualmente as suas tensões físicas e psíquicas, atingindo as construções simbólicas inconscientes, liberando a energia concentrada responsável pela sua manutenção e, em conseqüência, as tensões correspondentes.
Indicados para pessoas com dificuldades de relaxar e de manter contato consigo mesmas, além dos casos de insônia, perda de concentração e tensões emocionais.

Yoga Nidrá

Método de relaxamento cujo objetivo é o equilíbrio físico, mental e espiritual (divisão meramente didática) através do relaxamento profundo consciente.
A prática é baseada num rodízio de conscientização em que a mente focaliza as diferentes partes do corpo, em Pranayama, Chidakasha, Dharana e visualização interior.
Considerando que Yoga é um processo de comunhão, a integração dos conteúdos conscientes e inconscientes determina uma personalidade mais equilibrada e plenamente consciente.
Dessa forma o relaxamento consciente alcançado em Yoga Nidra possibilita ao praticante observar, como espectador, uma liberação de imagens subconscientes carregadas de emoções e conteúdos que foram reprimidos, Sanskaras.
Esses conteúdos reprimidos, causa de nossas tensões profundas e da constante inquietude da mente, interferem subliminarmente nos nossos comportamentos na vida diária. Condicionam nossos pensamentos conscientes e experiências e nos compelem a reagir de forma razoavelmente previsível.
Assim que se atinge o relaxamento profundo consciente, esses conteúdos passam a emergir e torna-se importante manter-se como espectador, sem se envolver.

É a consciência que quebra os laços do envolvimento pessoal, sendo o meio de se libertar das impressões passadas, os Sanskaras."